Oscar 2017 e os filmes do ano

Oi tudo bem gente,e lá se vem a primeira postagem da coluna e vamos falar da grande telona, o Oscar está aí, corre que ainda dá tempo de fazer aquela maratona antes do grande dia, a cerimônia acontece dia 26 de fevereiro e como sempre, cada um fazendo sua aposta em melhor filme, ator e diretor. Tenho o costume dizer que a culpa do Trump ser eleito foi do Di Caprio, que ganhou o Oscar e mudou todo equilíbrio do mundo! Brincadeiras à parte, a cada ano é uma polêmica diferente e esse ano não fugiu à regra . Depois de tantas reclamações na última edição do Oscar a respeito da ausência de atores afro americanos e de diferentes etnias ficarem de fora nas principais categorias, esse ano teve gente até demais! Se merecem ou não a nomeação não cabe a esse pobre mortal julgar, no entanto ainda há reclamações sobre o público LGBTS pela pouca representatividade em papéis de peso e a falta de indicações.

Mas vamos focar nos filmes, esse ano concorrendo a grande estatueta tem nove filmes pra todos os gostos, toda e qualquer variedade, desde drama de afro americanos homossexuais do ghetto (se isso não é minoria o que mais seria) como em moonlight, invasão de alienígenas na terra ou médicos que foram para guerra sem usar armas. Então vamos tentar falar de cada filme com a difícil missão de não dar nenhum spoiler.

La La land

La La land

O primeiro em número indicações (e fãs que não aceitam críticas) é La la la land ou seja mais uma vez temos um musical como Moulin Rouge, Chicago e Os Miseráveis concorrendo à grande estatueta. O filme tem uma grande atuação de Ryan Gosling e Emma Stone, as músicas são perfeitas o cenário muito bonito e creio que levará um número grande de estatuetas, embora acho que foi super valorizado no sentido de roteiro comparado à alguns dos seus concorrentes; o filme tem grande chance de ir com a sacola cheia de estatuetas para casa, se ganhará de melhor filme é uma grande interrogação, pois tem muitos e bons oponentes à altura.

 

 

 

O segundo é Arrival o filme Sci- Fi que na minha modesta opinião é uma surpresa estar concorrendo ao Oscar, apesar da grande atuação de Amy Adams (que foi ignorada para o prêmio de melhor atriz) é um filme interessante mas peca na temática repetitiva, com seres de outro planeta vindo para a terra gerando alarde e caos em todo planeta! Não seria surpreendente eles levarem a estatueta, dada a grande produção e boa amarração do enredo e também algumas loucuras passadas da academia (como o Birdman por exemplo).

Arrival

Arrival

Lion

Lion

Lion é um daqueles filmes que certamente tirarão lágrimas dos mais emotivos, a história de um rapaz que diante da mais improvável das circunstâncias consegue vencer, se eu disser mais pode soar como Spoiler, mas é um filme de amor, família e superação, daqueles filmes que aparentam não ter uma grande produção, mas a atuação de cada ator compensa muito.

 

 

 

 

 

 

 

 

Outro forte é Fences, o que dizer de um filme que tem atuações memoráveis de nada mais nada menos que Viola Davis e Denzel Washington, ele consegue simplesmente fazer você odiar o personagem de tão boa que foi a sua atuação. Já o tema é pitoresco, fala sobre as dificuldades de uma família normal afro americana na década de 50, um pouco devagar demais mas compensado mais uma vez pela boa atuação dos atores citados.

Manchester by the Sea

Manchester by the Sea

 

 

Manchester by The Sea, a atuação de Casey afleck é impecável e a história é boa, no entanto a morosidade do enredo faz com que o filme seja um pouco cansativo, entre ele e Fences fica um páreo bom, mas cuidado, é um daqueles tipos de filme que não se pode assistir com o mínimo de cansaço, pois corre-se o risco de dar uma cochilada enquanto o assiste.

Hacksaw Ridge

Hacksaw Ridge

Hacksaw Ridge, outra grande surpresa! Dessa vez sob a direção de Mel Gibson. A história de um médico que foi para guerra e foi condecorado com a maior honra do exército americano sem sequer usar uma arma para se defender, mesmo Gibson fazendo crítica religiosa e o filme ser racista pois não me recordo de nenhuma relevância de atores negros na historia, nos faz em alguns momentos ficar tocados pela capacidade de amar que ainda existe em alguns seres humanos, não creio que seja um forte candidato a vencedor mas com certeza é um ótimo filme, e se tratando de Estados Unidos, a temática de guerra é sempre valorizada.

O belíssimo Hidden Figures é um daqueles filmes que enche os olhos de lágrimas de alegria, primeiro por trazer à tona uma história que nunca deveria ter sido escondida, de duas astrofísicas que tornaram a corrida espacial possível e pela bela atuação das atrizes protagonistas e principalmente mostrando que o empoderamento feminino sempre existiu e lugar de mulher é onde ela quiser estar.

Hidden Figures

Hidden Figures

Moonlight

Moonlight

Moonlight não é meu favorito, aqui nos EUA ela passou mais nos cinemas de filmes B ou mais underground. O filme segue bem as regras da Academia, um visceral contemporâneo e que foi aclamado pela crítica especializada.

 E por último e não menos importante, Hell or High water, aquele filme de Texas Ranger que o cara tem aquele sotaque caipira misturado com aquela ideia macho alpha que atira primeiro depois pergunta, o enredo é sobre dois irmãos que decidem assaltar bancos pra salvar o rancho da família e escolhem pequenos bancos no interior do Texas. Então é isso, assistam os filmes, escolham os seus favoritos e façam suas apostas! Anote na agenda o dia mais que especial para cinéfilos, 26/2. 

Hell or High Water

Hell or High Water

Até lá fica um aperitivo pra vocês do clipe da música tema de Lá Lá Land. Grande abraço a até a próxima!