O cacto é pop

 

 

Ele está nas revistas de decoração, casa de famosos, fashionistas e em todo o Instagram! Os cactos e suculentas viraram uma obsessão mundial. Com mais de 22.000 espécies para escolher, para alguns já virou objeto de coleção. Ideal para quem mora em apartamentos, ou casa, devido a sua adaptabilidade e resistência!

Mas, nem tudo é um mar de ̶c̶a̶c̶t̶o̶s̶ rosas, eles também tem cuidados que devem ser respeitados, para que cresçam e floreçam com saúde. Estas plantas são resistentes e sobrevivem ao dono mais descuidado, mas não vão desenvolver sem as condições ideais.

E afinal, eu tenho um cacto ou uma suculenta?

A pergunta que não quer calar! A verdade é que todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é um cacto. E sua plantinha pode ter espinhos e não ser um cacto também! Para difenciar os dois você tem que saber que:

  • As suculentas fazem parte de um grupo de plantas, e os cactos da família do grupo das suculentas, o Cactae.
  • Devido a sua capacidade de armazenar água nas raízes, caules, troncos e folhas, as suculentas conseguem sobreviver a falta de água e luz.
  • Os cactos possuem bolinhas (aréolas) de onde nascem seus espinhos e flores.
  • As suculentas são conhecidas por este nome, por armazenar grandes quantidades de líquido em todo o seu corpo.
 

Algumas opções de potes diferentes na web...

Regra de ouro para difenciar um do outro

O que vai fazer com que você diferencie com sucesso seus cactos e suculentas, é estudar sobre elas. Cada suculenta e cacto tem uma forma de rega e quantidade de sol diferente da outra. uma boa forma de pesquisar sobre a sua planta é tirar uma foto e fazer a busca por imagem, através do google imagens, ele vai retornar respostas de acordo com a sua foto, e você vai descobrir exatamente a espécie que tem!

Escolhendo a terra e o pote

A melhor opção é um substrato especial para cactos e suculentas, eles tem uma capacidade maior de drenagem, e já vem com as vitaminas certas pra sua planta. Eles podem ser encontrados em lojas de jardinagem, e as vezes também encontramos nas grandes redes de supermercados. Se você não encontrar, pode fazer a mistura com duas partes de terra para cada duas partes de areia e complementar com pedrinhas (pode usar perlita, pedrinhas etc). A terra tem que ser bem leve, sem torrões, para manter o solo drenado. Nunca utilize a areia da praia, pois ela contém muito sal. Recomenda-se finalizar o plantio com pedrinhas, para manter a umidade do solo e evitar a compactação.

O pote pode ser de plástico, barro, cerâmica, enfim, qualquer material! O que vai diferenciar em cada um, é o espaçamento das regas, os potes de plástico não deixam a terra respirar, e mantém a umidade por mais tempo, já os de material natural deixam a umidade sair mais fácil, então as regas em que ser mais frequentes, comparadas aos materiais sintéticos.

Terra pronta e pote escolhido, é hora de preparar a casa da plantinha! Faça furinhos no fundo pote para manter o solo drenado (se não for possível, já resolvemos esse problema em breve!), cubra o fundo com cascalhos ou pedrinhas, coloque uma manta por cima (pode ser um tecido do tipo TNT ou mantas exclusivas de jardinagem, à venda em lojas especializadas). Cubra com um pouco de terra, coloque a planta no centro (remova a terra antiga com cuidado, utilizado um pincel para deixar as raízes aparentes), pra manusear os cactos, use luva adequada para jardinagem, pra evitar de se furar ou machucar a planta. Lembre-se sempre de ter cuidado ao manuseá-las, algumas espécies tem as folhas muito sensíveis e ela podem se soltar facilmente. Cubra toda a raíz da planta com terra, e finalize com pedrinhas.

 

 

A rega perfeita

Uma rega feita adequadamente vai fazer a diferença entre ter uma planta que não se desenvolve, e uma planta bonita e saudável. Se tiver excesso de rega elas podem apodrecer pela raíz, e morrerem sem que você perceba a tempo de reverter a situação. Tanto o cacto quanto as suculentas armazenam muita água no seu interior, então, ao contrário das outras plantas que você tem em casa, estas precisam de poucas regas pra sobreviverem. A regra de ouro pra molhar sempre na hora certa é verificar com os dedos a terra, se estiver seca (sem nenhum vestígio de umidade) já está na hora de regar novamente. Essa é a melhor maneira de saber quando sua planta está com sede, pois cada um de nós mora em uma região com climas diferentes, desde a temperatura até a umidade relativa do ar, além do tipo de vaso que sua plantinha está, por isso que uma regra rígida não se aplica às plantas! Quando for regar, evite molhar as folhas e o corpo da planta, e tente molhar somente a terra, pra evitar o apodrecimento. Depois de algumas horas é sempre bom verificar o cachepot (se a planta estiver em um) pra ver se não tem água retida lá, se tiver retire a água e volte a plantinha pra ele!

 

Regras especiais para plantinhas em terrários, xícaras ou potes sem furos no fundo

Elas ficam tão lindas em xícaras, vasos de concreto pendurados na parede, aquários, terrários.... Mas nenhum destes tem furo pro excesso de água escorrer! O ideal é que você consiga fazer um furo com a furadeira bem delicadamente no fundo do potinho escolhido, mas nem sempre é possível, então siga essas dicas se quiser manter as plantinhas em recipientes sem furos. 

Deixe suas plantinhas tomarem algumas horas de sol por dia, se ela está em um lugar sem sol, coloque as pra tomar sol por duas vezes na semana ou mais se possível (eu costumo deixar elas onde bate o sol da manhã, antes de ir dormir, enquanto eu durmo elas tomam sol!). Quando fizer as regas, certifique-se que o solo já está bem seco, não molhe se ainda estiver umido da última rega, pra ter certeza que está sequinho é só enfiar um palitinho de madeira na terra, com cuidado pra não machucar a planta, não espete muito perto dela ou pode ferir as raízes. E quando for plantar em qualquer recipiente sem furos, na hora de misturar o subtrato e preparar o recipiente, coloque mais pedrinhas do que o habitual.

 

Adubação

Existem adubos especializados para cactos e suculentas, e você pode usar de uma a duas vezes por ano, ou conforme a embalagem do fabricante recomendar, cuidado para não ultrapassar a dosagem recomendada!

É isso, com carinho e cuidados adequados a sua planta vai ficar sempre linda!

Ainda tem alguma dúvida? Comente comigo aqui nos comentários que eu vou fazer o possível pra te ajudar! (e atualizar sempre o nosso guia de cactos e suculentas aqui no blog)

Beijos e bom plantio!